Jolene (2008) watch online
Sinners and Saints (2010) online
Into the Abyss (2011) online

Prof. Ms. Rhodolffo Allysson Felix de Alencar Lima
Prof. Ms. José Flávio Portela Soares
Joelbson Moreira Alves
Josefa Tavares Vieira
Maria do Carmo Pereira

RESUMO: A aprendizagem da Matemática sempre foi um grande problema em nossa educação, muitos alunos se mostram inertes ao estudarem a disciplina, essa dura realidade é presenciada com forte evidência no ensino básico e também no superior, em vários cursos, como por exemplo, Ciências Contábeis. Este trabalho apresenta um estudo com alunos do curso de Contabilidade da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras – FAFIC, com objetivo de analisar as principais dificuldades, na qual os próprios apresentam nas disciplinas que envolvem matemática. Como metodologia realizou-se uma pesquisa de campo na FAFIC através de um questionário de coleta de dados desenvolvida pelo GEPCAAF (Grupo de Estudos e Pesquisa em Contabilidade e Áreas Afins). Através da determinação do tamanho de uma amostra para estimativas de proporção, obtendo-se 90% de confiança que a proporção de alunos que sentem dificuldades em matemática na FAFIC está entre 38,17% e 56,17%.

PALAVRAS-CHAVE: Dificuldades; Aprendizagem; Matemática.

Publicado em 5ª Edição

JONAS GUYLHERME MOREIRA MESSIAS

HERIANO AZEVEDO LUCENA (orientador)

 

 

RESUMO: O seguinte artigo científico trata da importante forma de mensuração do capital intangível na Contabilidade, cujo objetivo principal é analisar os aspectos que fundamentam os conceitos atribuídos ao capital intelectual das micro e pequenas empresas (MPEs) da cidade de Cajazeiras. O procedimento metodológico deste artigo constitui na pesquisa de natureza bibliográfica e documental que buscou informações e conceitos outorgados por autores especializados no assunto, a fim tornar possível o maior entendimento a cerca da temática proposta, junto com uma pesquisa de campo aplicada através de questionários tanto para o empregador como seus colaboradores. O método utilizado nesta pesquisa foi o método dedutivo, no qual partiu de estudos amplos para a análise mais restrita, buscando assim, assegurar um melhor entendimento a cerca do tema. Mensurar o Intangível não é uma tarefa fácil mais ela é possível como veremos a seguir.

PALAVRAS-CHAVE: Contabilidade, Capital Intelectual, Intangível.

Publicado em 4ª Edição

Flávio César de Lima Maciel

Alynne Alves Crispim

Flávio Franklin Ferreira de Almeida

RESUMO: Ao analisarmos a essencialidade da consolidação da Constituição de 1988 no que se refere a garantia de direitos a toda a população; destacamos que o presente trabalho tem o escopo de traçar considerações acerca do Aviso Prévio e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), tendo em vista a grande relevância destes no que se refere à efetivação dos direitos trabalhistas e da legislação social. Para tanto, este estudo é pautado em uma abordagem metodológica analítica, sendo desenvolvida através de uma pesquisa bibliográfica a partir de material já elaborado, com o intuito de proporcionar novas reflexões acerca da temática proposta.

 

PALAVRAS-CHAVE: Direito Trabalhista. Aviso Prévio. Fundo de Garantia por Tempo de Serviço

Publicado em 4ª Edição

FABRÍCIA FERREIRA PEDROSA.

SABRINA BEZERRA DA SILVA.

ORIENTADOR: Prof. MSC. FLÁVIO FRANKLIN F. DE ALMEIDA

 

resumo: Nos últimos anos, as notícias e denúncias sobre casos de fraudes e erros e, consequentemente, os estudos sobre este assunto, aumentaram consideravelmente. A relevância e a contemporaneidade do presente assunto ocorrem devido aos reflexos nas mais diferentes esferas da sociedade, visto que, as fraudes e erros dentro das organizações dificultam o seu progresso. O presente artigo de caráter científico, qualitativo não é inédito, muito já se escreveu e publicou sobre esse tema, mas se tratando de um assunto importante é relevante que se fale um pouco mais, tendo como principal foco o papel da auditoria como importante ferramenta capaz de detectar falhas ou confirmar a qualidade e a eficiência dos procedimentos. Trata-se de uma pesquisa teórica, uma vez que foi fundamentada em teorias já existentes. Quanto à forma de estudo, pode ser classificada como exploratória, pois conforme Gil (2009) “este tipo de pesquisa tem como objetivo principal o aprimoramento de idéias” uma vez que a pesquisa foi feita através da observação dos dados registrados e analisados sem haver manipulação dos mesmos, fazendo apenas a sua exposição. Quanto ao objeto, trata-se de uma pesquisa bibliográfica, conforme Gil (2009) “a pesquisa bibliográfica é desenvolvida com base em material já elaborado, constituído principalmente de livros e artigos científicos.” O estudo foi realizado com base em livros técnicos da área de Auditoria Contábil, bem como em artigos científicos postados na Internet nesta mesma área. Este trabalho foi desenvolvido para agregar conhecimento com o tema, apresentando aspectos relevantes para uma organização transparente e eficaz.

 

Palavras-chave: Auditoria. Fraudes. Erros.


 

Publicado em 4ª Edição

Yarleison Rodrigues Mateus
Joseilma Dantas Ageu

RESUMO

A contabilidade gerencial é geradora de informações preciosas para as empresas, no seu cenário ela demonstra a atualidade da empresa e não o passado como a contabilidade financeira, dessa forma é capaz de projetar crescimento e principalmente de incrementar o lucro que é o objeto das empresas. O objetivo deste estudo é analisar a percepção dos empresários quanto à utilização da contabilidade gerencial como ferramenta de apoio nas tomadas de decisões. A metodologia utilizada foi a aplicação de um questionário aos empresários da área de informática, na cidade de Cajazeiras-PB. Como resultado, foi possível observar que a contabilidade e a contabilidade gerencial estão presentes na realidade das micro e pequenas empresas, e que os seus gestores utilizam das ferramentas gerenciais nos seus negócios, porém de uma forma superficial, não sendo elaborados relatórios sobre custos e despesas, não as segregando, fazendo por definição do próprio gestor, podendo ocorrer prejuízos. A contabilidade gerencial é muito valiosa e importante para qualquer grupo de empresa de qualquer tamanho, deve-se exigir dos contadores informações gerenciais que possam auxiliar os gestores nas tomadas de decisões, pois um erro de estratégia é ruim de ser recuperado e pode levar à empresa a falência.

Palavras – chave: Contabilidade Gerencial.Empresas de Informática. Práticas adotadas.

Publicado em 3ª Edição

WEDNA LARICI DUTRA DOS SANTOS

WERNKE, Rodney. LEMBECK, Marluce. MENDES, Eduardo Z. Análise CVL aplicado ao agronegócio: estudo de caso em pequena fábrica de pescados. Ver. Brasileira de Contabilidade. Revista Brasileira de Contabilidade. Ano XL nº 188 p. 43-57, mar/abr 2011. Brasilia: Conselho Federal de Contabilidade, 2011.

Rodney Wernke, brasileiro, contador, doutor em eng. produção/UFSC, Prof. Universitário/UNISUL.

Marluce Lembeck, brasileira, contadora, especialização em contabilidade gerencial/UNISUL, MBA em gestão empresarial/FGV, profa. Universitária/UNISUL.

Eduardo Zanellatto Mendes, brasileiro, Administrador.

Publicado em 3ª Edição

RAFAEL ADRIANO JACÓ DE MORAIS

BORGES, Ivo de Souza. O Controle Social e a Transparência Pública na Democracia Brasileira. Revista da CGU/ Presidência da República, Controladoria-Geral da União. Ano VI, Julho/2011. Brasília: CGU, 2011.

Ivo de Souza Borges, Brasileiro, com Bacharel em Teologia e Licenciado em Filosofia.  Ele é Especialista em Política e Estratégia Nacional, e em Direito Administrativo Disciplinar. Técnico de Finanças e Controle, de escolaridade de nível superior, servidor público estável, efetivo da Controladoria-Geral da União. Uma das suas principais Obras é: O controle social e a transparência pública na democracia brasileira. Revista da CGU/ Presidência da República, Ano VI, p. 151-159, 2011.

Publicado em 3ª Edição

PABLO FLAVIANO CAROLINO DE AQUINO

REFERENCIA:

NASCIMENTO, J.C.H.B.; GALVÃO, R.P.; REIS, J.S. O Analfabetismo funcional e seu impacto à utilização das informações. Revista Brasileira de Contabilidade, Nº 186, p. 39-50, Nov/dez 2010.

BIBLIOGRAFIA DO AUTOR:

NASCIMENTO, João Carlos Hipólito Bernardes do, Bacharel em Ciências Contábeis Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina, Especialista em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade de Pernambuco, MBA em Gestão de Negócios pela Escola de Engenharia e Agrimensura da Bahia – EEA e Mestrando em Ciências Contábeis pelo Instituto Capixaba de Pesquisa em Contabilidade, Economia e Finanças.

GALVÃO, Romério Pereira, Bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina, Especialista em Auditoria pela Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina.

REIS, Juliana da Silva, Licenciada em Letras-Português, pela Universidade de Pernambuco (UPE), cursando especialização pela Faculdade de Artes do Paraná (FAP)

Publicado em 3ª Edição

RESENHA CRÍTICA

MARICÉLIA ALVES DE OLIVEIRA

CORTEZ, Maria da Gloria Costa. Auditoria preventiva pública: indicadores do controle interno governamental. Revista Brasileira de Contabilidade (RBC). Ano XLI Nº 191 (2012)

1 CREDENCIAIS DOS AUTORES

Graduada em Auditoria pelo Centro de Estudo Superiores de Maceió (Cesmac) e em Gestão Pública pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Assessora Chefe de Auditoria de Interna (Audin), na Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), Brasil. Professora de pós-graduado na Faculdade Maurício de Nassau, em Maceió, na Secretaria de Estado da Gestão Pública do Estado de Alagoas e no Instituto Cidadão, professora na capacitação de servidores públicos estaduais e municipais com as disciplinas: Execução Orçamentária e Financeira no Setor Público, Auditoria Governamental, Projetos Científicos e Gestão Pública.

2 RESUMO DA OBRA

O artigo inicia-se com um breve resumo destacando as partes principais do estudo realizado. Logo, verificou-se no corpo do artigo que houve um interesse em demonstrar o resultado da adoção da Auditoria Preventiva para auditados, no qual foram desenvolvidos estudos em visitas à Companhia de Saneamento do Estado de Alagoas (Casal).

Publicado em 3ª Edição

FLÁVIO FRANKLIN FERREIRA DE ALMEIDA
TAMIRES D’ÁVILA DE MORAIS ANDRADE

É Mestre em Economia da Empresa pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professor dos Cursos de Ciências Contábeis e Direito na FAFIC. Docente nos Cursos de Economia, Comunicação Social (Jornalismo), e Odontologia nas Faculdades Integradas de Patos. A coautora é Licenciada em Ciências Exatas – Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Estadual da Paraíba, CAMPUS VII, Patos-PB.

RESUMO

O referido artigo trata da discussão sobre importância das políticas macroeconômicas para a economia brasileira, cujo objetivo principal, é apresentar e refletir as políticas macroeconômicas no combate a algumas distorções econômicas. O procedimento metodológico deste artigo consistiu na análise de textos de autores como: Troster & Mochón. (2004), Vasconcellos (2009). O método utilizado nesta pesquisa, foi o método dedutivo, no qual partiu de estudos amplos para a análise mais restrita, buscando assim, assegurar um melhor entendimento a cerca do tema. Após uma reflexão mais aprofundada sobre o assunto em questão, percebe-se a importância das políticas Fiscal, Monetária, Cambial, Comercial e de Rendas no controle da inflação, e na promoção da estabilidade do nível geral dos preços, e no equilíbrio externo. Esse fato revela a intervenção do Estado que está presente cada vez mais na economia.

Palavras – Chave: políticas. Macroeconomia. Estado.

Publicado em 3ª Edição
Pagina 1 de 3